Apesar do título super polêmico, estes 10 itens não servem para ofender ninguém. O objetivo é bater de frente com a imagem que temos de nós mesmos e revisar a nossa conduta no dia a dia.

Confesso que eu me enquadrava em alguns destes itens e tive um salto de qualidade no relacionamento com meus colegas ao me educar a não fazer mais. Quando você perceber o que isto causa, você irá sentir vergonha de continuar fazendo.

Então, será que você fala algumas das coisas abaixo?

Você é um desenvolvedor babaca se você fala:

  1. Pessoas que não entendem o código que eu escrevi são muito burras para trabalhar comigo.
  2. Se eu trabalhasse sozinho seria mais rápido.
  3. Nenhum design pattern serve para o problema que quero solucionar, ele é único, preciso criar uma solução exclusiva, pois vai se encaixar muito melhor com as necessidades.
  4. Fico motivado quando meu código faz truques e magias.
  5. Fico entediado quando o assunto é respeitar regras, patterns, boa arquitetura, documentação, testes e disciplina.
  6. O código das outras pessoas é sempre ruim, mas o meu não, ele é perfeito.
  7. Por ser perfeito, eu nem preciso testar ele direito, pois eu já rodei todos os cenários na minha cabeça.
  8. Por ser perfeito, se ele quebrar pelo fato de receber dados inesperados, é culpa do usuário por fazer o input errado.
  9. Eu não tenho o que aprender lendo código de outros desenvolvedores. Não preciso mais estudar coisas novas sobre programação.
  10. Na minha máquina funciona.

Qual o próximo passo?

O próximo passo é ler o artigo chamado O que é ser um desenvolvedor sênior, pois tem mais coisas interessantes que precisamos revisar sobre nossa conduta.

Ou nos siga no Youtube e Facebook :)